Perguntas frequentes

Saiba mais sobre a nossa parceria com a Rainforest Alliance.


P: Porque não se pode ter tudo certificado de uma só vez?

R: Lipton® é a marca líder de chá no mundo. Somos a empresa que vende mais chá. Como o nosso chá é misturado com consistência, uma única saqueta pode conter mais de 20 tipos de chá diferentes de várias plantações e países. Desta forma, é necessário que seja feita uma abordagem passo-a-passo.


P: Estão a pensar ter apenas as vossas plantações certificadas?

R: Temos o compromisso de que todo o nosso chá seja feito de forma sustentável. Consideramos justo dar o primeiro passo na certificação das plantações de chá Lipton no Quénia, para que, pouco a pouco, transferirmos este conceito para toda a cadeira de valor. A experiência da marca em implementar métodos sustentáveis é vasta, sendo que as nossas plantações de chá são distinguidas por essas mesmas razões.


P: Estão a começar com a certificação de chá no mercado da Europa Ocidental. Quais são os vossos planos e os prazos para lançarem o chá certificado nesse outro mercado? 

R: Vamos começar na Europa Ocidental, mas queremos também entrar noutras regiões assim que os certificados disponíveis sejam suficientes. O nosso objetivo é estender a certificação de todas as saquetas de chá Lipton vendidas mundialmente em 2015. 


P: Porque não usam apenas o comércio justo?

R: Explorámos todas as possibilidades para certificar o nosso produto e avaliamos os programas com base em vários critérios, como os padrões do certificado, a perceção do consumidor, a disponibilidade existente de produtos, entre outros. Desta forma, achamos que o comércio justo é um sistema muito importante que desempenha um papel fundamental em promover a circulação de mercadoria de forma sustentável para proteger o ambiente. Decidimos que a abordagem da Rainforest Alliance foi o mais adequado para nós – principalmente por causa da sua compreensão ecológica face à natureza, visto que aborda os aspetos sociais, económicos e ambientais da sustentabilidade e a sua experiência em transformar colheitas de chá que dependem de grandes plantações. 


As normas da Rainforest Alliance cobrem todo o tipo de questões relativamente à proteção dos trabalhadores incluindo o direito de trabalharem em condições segurança; o direito de receberem pelo menos o salário mínimo nacional; habitarem em condições dignas que incluem água potável, acesso aos cuidados médicos, tanto para os trabalhadores como para as suas famílias, e o acesso à educação gratuita por parte das crianças. 


O próprio programa de Agricultura Sustentável de Lipton, que temos vindo a utilizar desde 1999, tem vindo a corresponder cada vez mais à abordagem da Rainforest Alliance. 


P: O que vai mudar no sabor do meu chá assim que é certificado? 

R: Nada vai mudar. Temos o cuidado de ter certeza que a mesma qualidade e sabor sejam entregues de forma consistente ao consumidor. Pedimos aos nossos principais fornecedores que se tornem certificados pela Rainforest Alliance para garantir que vamos continuar a comprar a melhor qualidade do chá que compramos até agora.


P: Estão apenas a lançar um nicho de mercado certificado?

R: Não estamos apenas a lançar uma estratégia de nicho. Temos o compromisso com a sustentabilidade há vários anos e acreditamos que faz parte do nosso compromisso ter todo o produto Lipton certificado.

 

P: O preço do meu pacote de chá Lipton vai ser mais caro devido ao certificado?

R: Não, a nossa intenção não é cobrar ao consumidor, pois estamos comprometidos com a sustentabilidade.


P: O que é que vocês estão a fazer pelos pequenos agricultores?

R: Através do nosso programa da Agricultura Sustentável, trabalhamos de forma a apoiar os pequenos produtores no Quénia. Por exemplo, em 2006, iniciámos uma parceira com o UK’s Department for International Development e com o Kenya Tea Development Agency para comunicar os princípios básicos do nosso programa da Agricultura Sustentável a cerca de 450 mil pequenos agricultores no Quénia, através dos campos de escolas dos agricultores. Vamos pedir a esses produtores para se tornarem certificados pela Rainforest Alliance. A experiência em outras colheitas como o café, tem mostrado como os produtores são capazes de ganhar um prémio de 10 a 15% pelos produtos certificados. Este certificado também os ajudou a pôr em prática com mais eficiência o trabalho nas suas plantações.


P: Estão a pedir para que os vossos fornecedores atuais se tornem certificados – se é este o caso, como é que a Rainforest Alliance consegue ser independente? 

R: Se os produtores de chá não cumprirem as normas, o certificado não será dado. A Rainforest Alliance é uma organização internacional independente sem fins lucrativos que trabalha para conservar a biodiversidade e para garantir a subsistência sustentável, transformando as práticas utilizadas no uso da terra, as práticas de negócio e o comportamento do consumidor. O seu processo de funcionamento é claro e transparente. As suas normas são desenvolvidas de acordo com a ISEAL Alliance Code Of Good Practise for Setting Social and Environmental Standards. As normas e critérios são desenvolvidos com a participação da parte interessada através do processo de consulta pública. 

Para mais informação: http://www.rainforest-alliance.org


P: E a embalagem? Porque é que não usam papel reciclado nos pacotes dos vossos produtos?

R: Nem sempre é possível. Por exemplo, em geral, os regulamentos europeus não permitem o uso de papel reciclado quando a embalagem está em contacto direto com os alimentos. No entanto, na Europa Ocidental, mais de 80% das embalagens Lipton® Yellow Label são criadas a partir de fontes renováveis. Os dois grupos principais independentes que tenham certificado nas nossas fontes principais de embalagens sustentáveis são PEFC (Programa de Reconhecimento de Certificação Florestal) e FSC (Forest Stewardship Council). Estamos a explorar como aumentar essa percentagem de sustentabilidade.

TOP