Perguntas frequentes

Perguntas Frequentes

Para além do seu sabor delicioso e da sua versatilidade, estudos revelam que beber chá pode ajudar a manter uma ótima saúde.

O Centro de Informação Lipton Chá & Saúde dedica-se à educação do público sobre o papel do chá num estilo de vida saudável.

Em que diferem os diferentes tipos de chá?

O chá é um alimento de origem vegetal. Todas as variedades de chá, exceto os chás de erva, vêm da Camellia Sinensis, um arbusto que cresce em climas tropicais e semi-tropicais. A maior parte do chá colhido é o chá preto, o tipo de chá mais popular nos Estados Unidos da América, no Reino Unido, na Europa e na Índia. O chá preto é preparado por meio de exposição das folhas de chá ao ar com o objetivo de desencadear um processo natural de fermentação que transforma a sua cor em castanho escuro e confere ao chá preto o seu característico aroma intenso. As variedades "Pekoe" e "Orange Pekoe" referem-se ao grau e tamanho da folha do chá e não a características aromáticas.

O chá verde, popular na China e no Japão, é a menos fermentada das variedades de chá. Uma vez que as folhas são submetidas apenas a um tratamento pelo vapor, mantêm a sua cor verde. A variedade "Oolong" é uma forma intermédia entre o chá verde e o chá preto. Os chás de ervas não são feitos a partir das folhas de Camellia Sinensis, pelo que não são realmente chás, mas sim uma mistura de folhas, flores ou raízes de plantas e várias especiarias ou aromas de fruta. A investigação científica dirigiu-se essencialmente aos efeitos do chá verde e preto na saúde.

Como é que prepara o seu chá em saquetas?

Para preparar o chá, deixe a água entrar em ebulição e introduza a saqueta de chá. Para preparar chá preto ou Oolong deixe em infusão durante 1 a 2 minutos, se quiser um sabor pouco intenso. Dado que o chá verde é mais delicado, a infusão deve durar apenas 1-1,5 minuto ou até se conseguir o sabor pretendido. Retire a saqueta e sirva.

O que são os antioxidantes e os radicais livres?

Os antioxidantes ajudam o organismo a proteger-se de substâncias eventualmente perigosas, designadas por radicais livres. Os radicais livres, que ocorrem naturalmente no meio ambiente e são produzidos pelo organismo, podem afectar negativamente os tecidos, células e genes, contribuindo para o desenvolvimento de várias doenças crónicas, como o cancro e as doenças cardíacas.

Como funcionam os antioxidantes?

Os antioxidantes podem ser comparados a extintores de incêndio: eles eliminam o "fogo" dos radicais livres, antes destes provocarem danos nas células do organismo. Uma dieta rica em antioxidantes pode ajudar a reduzir o risco de ocorrência de alguns tipos de cancro e doenças cardíacas. Trata-se de uma área que é objeto de uma intensa investigação científica.


TOP